São Paulo. Foto por  sergio souza  disponível em  Unsplash .

São Paulo. Foto por sergio souza disponível em Unsplash.

 
 

Sobre o grupo

As metamorfoses do mundo contemporâneo trazem consigo ameaças ambientais planetárias, que colocam a questão dos bens comuns no centro do debate de política econômica. Por ‘bem comuns’ entendemos toda riqueza do mundo natural – a água, a energia, a biodiversidade – e também as produções sociais - conhecimentos, imagens, códigos, afetos. Dentro dessa perspectiva do comum, a humanidade e a natureza são pensadas de maneira integrada, através de práticas de cuidado e coabitação capazes de produzir formas benéficas de compartilhamento e de bem-viver (Hardt e Negri, 2016; Acosta, 2016).

O grupo de estudos “Bens comuns: leituras contemporâneas”, tem como propósito aprofundar a compreensão do comum e estruturar as discussões acadêmicas sobre o tema. O Grupo de Estudos foi criado pela Profa. Tatiana Rotondaro, no contexto do Projeto Temático intitulado, Macroamb: Governança Ambiental da Macrometrópole Paulista face à variabilidade climática (FAPESP/ Processo: 15/03804-9), coordenado pelo Prof. Pedro Roberto Jacobi e está vinculado ao Programa da Fapesp de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais (PFPMCG).

No 1o semestre de 2019, faremos a leitura do livro Comum - Ensaio sobre a revolução no Século XXI, de Pierre Dardot e Christian Laval – em diálogo com a leitura de Hardt e Negri, realizada em 2018.

Os encontros acontecerão quinzenalmente, às terças-feiras, das 19h às 21h, na FEA-USP, e também serão transmitidos para participação remota do público em geral. O link de transmissão será divulgado por e-mail aos inscritos e os vídeos serão disponibilizados nessa página.

Quer participar?